Gramma brasiliensis, Abrolhos

Gerald Allen

Juruva

Haroldo Palo Jr.

Jornalismo Ambiental

Pesquisas demonstram que a sociedade tem demandado cada vez mais informações sobre o meio-ambiente, ampliando seu interesse e preocupação sobre o futuro dos recursos naturais do planeta.

Por sua importância social, política e histórica, os jornalistas são identificados como um dos mais importantes públicos-chave nesse processo de sensibilização e comunicação ambiental. Eles formatam a agenda pública, traduzem informações científicas e de biodiversidade para uma audiência diversificada, exercem um papel fundamental na formação da opinião nacional, regional e local.

Por outro lado, estamos testemunhando a redução das editorias de meio ambiente e ciência, com o desligamento de muitos jornalistas experientes, a escassez de recursos para a produção de boas reportagens e para o treinamento dos profissionais. Todos esses fatores têm comprometido a qualidade e a quantidade de reportagens sobre meio ambiente publicadas nos últimos tempos.

Na tentativa de reverter esse cenário, a CI-Brasil tem desenvolvido uma série de atividades de incentivo, treinamento e reconhecimento dos jornalistas brasileiros interessados ou atuantes na área ambiental.

Dentre essas iniciativas estão: o Prêmio de Reportagem sobre a Biodiversidade da Mata Atlântica; as Oficinas de Treinamento em Biodiversidade e Conservação para Jornalistas; e a Assessoria de Imprensa permanente.

Indígenas Lancadones,Parque Nacional Montes Azules, México.

©CI, Tamino Castro

Rua Tenente Renato César, 78 – Cidade Jardim – CEP 30380-110

Belo Horizonte – MG – Brasil – Tel.: [31] 3261.3889

©2003 Conservation International do Brasil / Aviso Legal / Política de Privacidade