Juruva

Haroldo Palo Jr.

MA, Bromélia

Haroldo Palo Jr.

Conservação da Biodiversidade do Nordeste

Em parceria com a Universidade Federal de Pernambuco e com as organizações não-governamentais  Associação para Proteção da Mata Atlântica do Nordeste (AMANE)Centro de Pesquisas Ambientais do Nordeste (CEPAN), a CI-Brasil vem trabalhando no planejamento e implementação do Corredor de Biodiversidade da Mata Atlântica do Nordeste, entre Alagoas e Rio Grande do Norte. O objetivo é reduzir drasticamente a probabilidade de extinção de espécies nessa região de grande importância biológica.

A floresta remanescente de Mata Atlântica do Nordeste brasileiro está representada por arquipélagos de pequenos fragmentos florestais imersos em uma matriz de cana-de-açúcar. São pouco numerosas as unidades de conservação, pequenas em extensão e freqüentemente não implementadas.

Os projetos desenvolvidos em  parceria com o setor privado da região, envolvem inventários biológicos, estudos sobre a fragmentação e recuperação florestal, proteção de espécies ameaçadas, e planejamento de conservação em escala regional.

O projeto usa como base de pesquisa a Usina Serra Grande, entre Alagoas e Pernambuco, que tem um dos mais importantes conjuntos de fragmentos florestais ao norte do rio São Francisco. A área possui muitas espécies endêmicas e ameaçadas de extinção, sendo uma das porções mais importantes para conservação da Mata Atlântica.

Rua Tenente Renato César, 78 – Cidade Jardim – CEP 30380-110

Belo Horizonte – MG – Brasil – Tel.: [31] 3261.3889

©2003 Conservation International do Brasil / Aviso Legal / Política de Privacidade