Fique por dentro

Siga nosso Twitter

Acesse nosso canal

Junte-se a nós no Facebook

Prêmio de Reportagem abre inscrições hoje

Em sua quinta edição, concurso reconhece as mais expressivas coberturas ambientais nas categorias Televisão e Impresso

São Paulo, 16 de fevereiro de 2005

A partir de hoje, estão abertas as inscrições para a quinta edição do Prêmio de Reportagem sobre a Biodiversidade da Mata Atlântica, uma iniciativa da Aliança para a Conservação da Mata Atlântica - formada pela Fundação SOS Mata Atlântica e pela Conservação Internacional - que visa incentivar e reconhecer o trabalho dos jornalistas na cobertura de um dos biomas mais ameaçados do planeta.

Além da categoria 'Impresso', desde o ano passado o Prêmio também conta com a categoria 'Televisão'. As reportagens televisivas vencedoras são exibidas na programação anual do Museu da Imagem e do Som (MIS) de São Paulo e os participantes de todas as edições têm seu trabalho divulgado no website oficial do Prêmio, o www.premioreportagem.org.br, permitindo maior divulgação e fácil acesso do público ao acervo.

O Prêmio de Reportagem é realizado em outros sete países além do Brasil - Bolívia, Colômbia, Equador, Madagascar, Guiana, Peru e Venezuela. Os vencedores de cada país serão convidados a participar de um congresso internacional de conservação ou de jornalismo ambiental. Os jornalistas brasileiros, ganhadores do segundo e terceiro lugares, receberão prêmios em dinheiro, de R$ 5.000 e R$ 2.500, respectivamente.

"A experiência do Prêmio no Brasil mostra uma constante evolução. A cada edição, vemos a iniciativa se consolidar no meio jornalístico e percebemos o incremento da qualidade dos artigos inscritos. Permanece, no entanto, o desafio anual de gerar novos relatos sobre as riquezas, proezas e ameaças desse rico bioma, e avançar continuamente na mobilização social pela conservação", analisa Haroldo Castro, vice-presidente de Comunicação Global da Conservação Internacional e diretor-geral do Prêmio.

No ano passado, a categoria 'Impresso' da edição brasileira do Prêmio contou com a inscrição de 42 artigos, produzidos por 31 jornalistas, publicados em 19 veículos em sete Estados. A categoria 'Televisão' teve, em seu primeiro ano, 22 reportagens inscritas, realizadas por 16 equipes.  

A cada ano, o Prêmio edita uma Coletânea das Reportagens Vencedoras. Ainda no primeiro semestre deste ano, a Aliança vai lançar a publicação referente ao Prêmio 2004, que incluirá um DVD com as reportagens finalistas de televisão.

Os vencedores do Prêmio em 2004 foram:
Categoria Impresso
* Carlos Fioravanti, com o apoio de Ricardo Zorzetto e Marcelo Ferroni, com a matéria "A Floresta Renasce" (Revista Pesquisa Fapesp)
* Ricardo Zorzetto, com "As Teias da Inteligência" (Revista Pesquisa Fapesp)
* Martha San Juan e Flávia Pegorin, com "Minha Terra tem Palmeiras" (Revista Horizonte Geográfico)
Categoria Televisão
* "Bioconexão - A Vida em Fragmentos", uma co-produção da GW Comunicação, TV Cultura, Natura e Ministério do Meio Ambiente, com direção de Fausto Fass e roteiro de Liana John
* "Novos Rumos para a Mata Atlântica", produzida por Cristina Aragão e exibida no programa Arquivo N, da Globo News
* "Nas Águas do Paraíba", produzida por Rodrigo Vianna e exibida no Globo Repórter, da Rede Globo

O Prêmio de Reportagem sobre a Biodiversidade da Mata Atlântica é realizado em colaboração com o Centro Internacional para Jornalistas (ICFJ) e a Federação Internacional de Jornalistas Ambientais (IFEJ), com o apoio da Fundação Virginia W. Cabot, assim como do Museu da Imagem e do Som de São Paulo e da Colgate-Palmolive.

As inscrições para o Prêmio de Reportagem estão abertas até 4 de abril de 2005. Detalhes sobre as regras do concurso podem ser obtidos nos websites:
www.premioreportagem.org.br 
www.conservacao.org
www.sosma.org.br
www.aliancamataatlantica.org.br

Rua Tenente Renato César, 78 – Cidade Jardim – CEP 30380-110

Belo Horizonte – MG – Brasil – Tel.: [31] 3261.3889

©2003 Conservation International do Brasil / Aviso Legal / Política de Privacidade