Fique por dentro

Siga nosso Twitter

Acesse nosso canal

Junte-se a nós no Facebook

Oficina Participativa prioriza ações de educação ambiental

Campo Grande, 24 de setembro de 2004

Em junho de 2004, a Conservação Internacional (CI-Brasil) promoveu uma Oficina de Planejamento Participativo das Ações de Educação Ambiental, reunindo 33 representantes de entidades que atuam na área da Bacia do Alto Paraguai (BAP) e Cerrado. A iniciativa, que utilizou a metodologia "Oficina de Futuro", publica esta semana os resultados desse encontro, destacando as ações prioritárias em Educação Ambiental, apontadas pelos participantes, em quatro Corredores de Biodiversidade. Acesse aqui o Relatório.

"A Oficina foi fundamental na implantação dos Corredores de Biodiversidade, na medida em que permitiu um encontro presencial das pessoas e instituições que estão desenvolvendo projetos de conservação. Elas aproveitaram a oportunidade para trocar informações, integrar ações e estabelecer prioridades em educação ambiental,"  declara Mariza Silva, educadora da  CI-Brasil no Pantanal. O relatório servirá de roteiro para a CI-Brasil liderar ações como capacitações em ecomapeamento, redes e planejamento participativo e a criação de núcleos de educação ambiental na escala dos municípios.

A metodologia "Oficina de Futuro" foi criada pelo Instituto Ecoar para a Cidadania, com base em técnicas do ZOOP (sigla em alemão "Zielorientierte Projektplanung", que significa planejamento de projetos orientado a objetivos). A razão da Oficina de Futuro é facilitar o desenvolvimento de um plano de ações em educação ambiental, a partir da metodologia de pesquisa-ação, que considere as dimensões do sonho coletivo, da estruturação da realidade e do contexto histórico.

Ao longo de uma Oficina de Futuro os participantes são convidados a discutir suas responsabilidades e papéis, de forma a colocarem em prática o que foi planejado. Ao longo do desenvolvimento da Oficina de Futuro, vários exercícios sociais e dinâmicas de grupo são utilizados,  permitindo que os participantes criem identidade e sintam-se pertencentes ao grupo.

"Para que esse exercício de planejamento participativo seja bem sucedido é importante que os participantes da Oficina integrem em seus planos de trabalho institucionais as prioridades definidas coletivamente," afirma Viviane Junqueira, coordenadora de Educação Ambiental da CI-Brasil. A coordenadora relata resultados concretos da Oficina, como a realização da Oficina de Comunicação para os membros dos Núcleos de Educação Ambiental do Corredor Emas-Taquari, que aconteceu de 16 a 18 de setembro, em Mineiros, GO, liderada pela CI-Brasil e Oréades. "Já temos programadas outras capacitações para o período de novembro a maio do próximo ano. E com elas esperamos alavancar o potencial de replicar por vários corredores de biodiversidade nossas mensagens e projetos de conservação."

# # #

A Conservação Internacional (CI) foi fundada em 1987 com o objetivo de conservar o patrimônio natural do planeta - nossa biodiversidade global - e demonstrar que as sociedades humanas são capazes de viver em harmonia com a natureza. Como uma organização não-governamental global, a CI atua em mais de 30 países, em quatro continentes. A organização utiliza uma variedade de ferramentas científicas, econômicas e de conscientização ambiental, além de estratégias que ajudam na identificação de alternativas que não prejudiquem o meio ambiente. A Conservação Internacional tem sede em Belo Horizonte-MG. Outros escritórios estão estrategicamente localizados em Brasília-DF, Belém-PA, Campo Grande-MS, Caravelas-BA e Mineiros-GO. Para mais informações sobre os programas da CI no Brasil, visite www.conservacao.org

#  #  #

Imagens e entrevistas estão disponíveis na Conservação Internacional

Rua Tenente Renato César, 78 – Cidade Jardim – CEP 30380-110

Belo Horizonte – MG – Brasil – Tel.: [31] 3261.3889

©2003 Conservation International do Brasil / Aviso Legal / Política de Privacidade